Acne na idade adulta: conhece as causas e aprende a tratá-la

Acordar com uma espinha no meio do rosto é um pesadelo típico da adolescência, mas há quem continue a encarar o problema mesmo depois da adolescência: a acne na idade adulta é muito comum nas mulheres.

Hoje vamos explicar as causas mais comuns para a persistência de espinhas e dar dicas de como prevenir e tratar este problema.

O que é a acne?

A acne é uma doença das glândulas sebáceas e decorre, entre outros agentes, da influência das hormonas. É por isso que as espinhas geralmente começam a aparecer na adolescência.
As borbulhas são manifestações clínicas da acne e aparecem devido ao aumento da secreção sebácea pela ação das hormonas, associada a um estreitamento dos poros.
Essa obstrução faz com que a secreção esteja retida dentro da pele e origina as borbulhas, favorecendo assim a proliferação de bactérias que levam à inflamação.

As causas

• Predisposição genética.
• Cosméticos.
• Alimentação.
• Medicamentos como corticoides e excesso de vitamina B também contribuem para o aparecimento de espinhas e podem causar acne.
• Outro culpado por esse problema são as pílulas anticoncepcionais, os contraceptivos injetáveis e o DIU que contém progesterona.

large

Como evitar

Para começar, é necessário fazer o básico: ter bons hábitos de limpeza da pele e uma boa alimentação.
Outra ótima dica é não usar cosméticos e maquilhagens gordurosos, pois eles obstruem poros e favorecem a oleosidade da pele, levando à formação de acne.
O stress aumenta os níveis de cortisol, hormona capaz de incitar a formação de mais oleosidade e acne. Então, cuidado com o que o stress pode fazer à tua pele!

Como tratar

Se já sofres com as inflamações de acne: procura um dermatologista para determinar o melhor cuidado. É importante lembrar que o tratamento depende muito do grau e do tipo de manifestações apresentadas. Normalmente os cuidados usados são:
• Medicamentos redutores de oleosidade, que controlam a produção de gordura da pele.
• Microesfoliantes para reduzir a obstrução nos poros.
• Ácidos retinoico, salicílico e glicólico que controlam de oleosidade, fazem uma leve esfoliação na pele, agem na renovação da pele e têm ação secativa e clareadora.
• Ácido azelaico: com ação antimicrobiana e diminuição de ácidos graxos livres na superfície da pele.
• Anticoncepcionais com ação antiandrogena: que regulam alterações hormonais e bloqueiam a ação das hormonas masculino que também combatem a acne.
• Antibióticos para reduzir a reprodução de bactérias.
• Isotretinoína: derivado da vitamina A que tem efeito de redução definitiva das glândulas sebáceas, fazendo com que elas voltem ao tamanho normal.
• Lasers que inibem o crescimento das bactérias causadoras da acne.

Se sofres com este problema, o primeiro passo deve ser consultar um profissional que te recomende o melhor tratamento. Caso não querias procurar um dermatologista podes sempre consultar o teu medico de família ou um medico de clinica geral.
E tu, sofres com este problema? Quais são os teus cuidados?

 

Joana Teixeira

Adoro cosméticos, maquilhagem, moda, decoração, viagens e gastronomia, no fundo, só coisas que fazem as mulheres sentirem-se bem!

Artigos Relacionados

Discussão acerca deste post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *