O que é o melasma e como tratar

Hoje vou falar sobre um assunto que é uma dor de cabeça para muitas mulheres: o melasma. Bem, o que é o melasma? O melasma é um tipo de mancha acastanhada que surge em áreas expostas ao sol, principalmente no rosto e ocorre mais frequentemente nas mulheres, principalmente nas que tem a pele mais morena.

Qual a causa o melasma?

Ainda não é conhecida a causa exata do melasma, mas há alguns fatores que aumentam o risco de se desenvolver estas manchas no rosto, como a exposição solar, predisposição genética e estímulo hormonal.

Tratamento do melasma

A má noticia é que o melasma não em cura, ou seja, não há nenhum tratamento que faça com que as manchas desapareçam para sempre. A boa notícia é que as manchas podem clarear em até 100%, dependendo de cada pessoa, caso a proteção solar seja apropriada, as manchas dificilmente voltam.

melasma

O tratamento do melasma baseia-se na proteção solar adequada, uso de cremes e loções despigmentantes, tratamentos feitos em consultórios dermatológicos, como peelings e lasers e eliminação do uso de medicamentos que estimulam as hormonas, se for possível.

A proteção solar nestes casos não se limita ao uso de protetores solares, apesar deles serem essenciais. É importante saber que nenhum protetor solar protege 100% da radiação solar e que as manchas escurecem com uma quantidade mínima de sol, por isso é importante usar chapéu para cobrir totalmente as áreas afetadas.

Existem muitas substâncias que ajudam a clarear a pele. Estas substâncias geralmente inibem uma ou mais etapas das reações químicas que acontecem dentro do melanócito e originam a formação da melanina.

As substâncias mais comuns usadas em cremes, loções e géis são o ácido retinóico, hidroquinona e ácido azelaico. Este produtos ajudam a dificultar a formação de novo pigmento e devem ser receitados por dermatologistas que analisar posteriormente a área afetada.

Para eliminar as manchas existentes, é necessário realizar procedimentos que eliminem as camadas da pele com excesso de melanina. Para isso, pode se recorrer a peelings químicos, microdermoabrasão, fontes de luz intensa pulsada e lasers, sempre sob a vigilância de um dermatologista para assegurar que a área não ficara mais afetada.

Para disfarçar o melasma, o ideal é usar uma base ou corretor de alta pigmentação até tratar o problema.

Alguém aí desse lado sofre deste mal?

Joana Teixeira

Adoro cosméticos, maquilhagem, moda, decoração, viagens e gastronomia, no fundo, só coisas que fazem as mulheres sentirem-se bem!

Artigos Relacionados

Discussão acerca deste post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *